[SÉRIES]
Versailles

13 de dezembro de 2018






[2015 | IMDB: 8/10]

O Rei Luís XIV, apelidado também de Rei-sol foi sempre uma daquelas personagens históricas que me despertou interesse. Talvez isso se deva ao facto de ter mantido uma ligação com a França ao longo da minha vida e ao facto de ter visto vezes sem conta reportagens, documentários e filmes nos quais o Château de Versailles era tema central. Por isso, assim que tiver oportunidade de o visitar, não hesitei! E digo-vos já que vale muito a pena! 

Mas, no ano passado descobri esta série: Versailles. Uma série que retrata o poder daquele que foi considerado o "maior rei do Mundo" e da construção da sua grande obra de arte. Vi o primeiro episódio seguido do segundo e depressa fiquei fã da série. Tem um elenco fantástico, uma banda sonora à altura e a utilização maravilhosa dos cenários reais do palácio (interiores e exteriores) dá toda uma outra importância à realização. Além disso, o guarda-roupa é, igualmente, deslumbrante! 

Versailles tem na sua produção o peso de ser um dos programas de televisão mais caros em França e de ser parcialmente baseada em fatos históricos que retratam a intriga e luta pelo poder na corte deste Rei. A história começa em 1667, quando o mesmo tinha 28 anos e decide transferir o poder de Paris para Versailles construindo o maior palácio do mundo com o objectivo de nele morarem os membros da nobreza para que assim os pudesse manter sobre o seu controlo. 

Apesar dos factos históricos existentes na série, sou da opinião de que a mesma não deve ser vista como uma série histórica. Para mim é mais uma forma de ver os factos pelos olhos do Rei que que era, acima de tudo, um estratega político e manipulador que sabia, de forma clara, aquilo que queria! Ele idealizou a construção de um palácio que significava, no fundo, a construção de uma Nação: a França. Por isso, fico sempre hipnotizada ao analisar a forma como, através desta série conseguimos perceber pequenos aspectos que, no geral, a história nos oculta tendo-nos dado, muitas vezes, a ideia de que ele era apenas um Rei excêntrico. Mas, se há mais de 300 anos tivessem o poder de uma nação nas mãos, como iriam reagir? 

A série não serve para desculpar o que ele foi fazendo ao longo dos anos, mas é óptima para nos dar uma nova perspectiva. E isso também é importante! Apercebermo-nos de que, naquela altura, não era tudo um mar de rosas e que as lutas, as traições, as mortes, as intrigas e o sexo entre membros da corte eram uma realidade atroz. 

Desafio-vos a espreitarem a série e a criarem a vossa própria opinião. Acredito que não se irão arrepender e talvez esta seja a vossa próxima perdição no que diz respeito a séries. E, já agora, partilhem comigo as vossas opiniões !

Enviar um comentário

@luciieblog no Instagram

© luciieblog. Design by FCD.