Voltar aos estudos, foi fácil?

11 de novembro de 2018

Já se contam dois meses de mestrado e é tempo de escrever sobre uma das questões que mais me colocaram ao longo deste tempo: foi difícil voltar aos estudos depois de estar parada durante  cinco anos? 

Comecemos por esclarecer algo: estar parada significou, no meu caso, estar longe dos estudos. Entre o tempo em que estive no desemprego e o resto do tempo em que trabalhei, o meu último ano lectivo foi o de 2012/2013. Por isso, respondendo o mais rapidamente possível: sim! Foi difícil voltar aos estudos e admito que, ainda hoje, é uma adaptação. 

Quando entrei no mercado de trabalho, habituei-me a um ritmo de vida que é bastante diferente daquele que vivo agora. Estava habituada a menos teoria e mais prática. A realizar coisas que eram "visíveis" rapidamente, no sentido de fazer algo de concreto. A minha vida pessoal e profissional distinguia-se muito melhor do que agora e os horários de trabalho eram disso mesmo e, ao final do dia, a chegada a casa era sinónimo de tempo meu! 

Hoje, tenho tentado habituar-me a este novo dia-a-dia que me trás dores de cabeça, dias cansativos e a sensação de ter sempre ainda algo para fazer. Estar três horas a ouvir um professor falar de forma efusiva quando eu tenho a ampla sensação de que ele me fala chinês é cansativo! A teoria nunca foi uma das minhas paixões, mais depois do lado prático da vida profissional, esse sentimento de estar a perder tempo tornou-se ainda mais presente.

E, se por um lado, gosto do meu horário que me faz ter dias mais preenchidos e outros mais livres, fui obrigada a consciencializar-me de que essa mesma "liberdade" é simplesmente sinónimo de não ter aulas, mas sim de ter que estudar ou fazer trabalhos. O que, por outro lado, me trouxe também a necessidade de afinar ainda mais a minha organização para tentar manter uma das regras de que preciso e que tão bem me faz: chegar a casa e desligar-me do trabalho que, neste caso, são os estudos. Prefiro mil vezes passar uma ou duas horas a mais na biblioteca no final das aulas, do que ter que chegar ao meu espaço pessoal e de descanso e ainda ter que me atirar aos livros ! Assim que entro a porta do meu quarto preciso de sentir que cheguei a casa e que ali é tempo de repouso, descanso e lazer. Sei, obviamente, que tal não poderá acontecer sempre, mas vou tentar ao máximo que esta minha regra se mantenha.

E, depois de uns breves exemplos, acho que podem perceber que não foi fácil regressar aos estudos. Não foi fácil envergar de novo a pasta de estudante e tentar relembrar todas aquelas pequenas coisas que já havia deixado para trás. Mas - e para que isto não se torne num post negativo ! - também acredito que se todo o esforço é para uma área que nos agrada, o processo de adaptação se torna mais fácil e leve. Por isso, se querem muito voltar aos livros, façam-no! Porque existam as dificuldades que existirem, também há muita coisa boa na nossa bagagem que nos ajuda a superar essas mesmas dificuldades (mas isso, fica para um próximo post? 👍) !

Enviar um comentário

© luciieblog. Design by FCD.