O amor constrói-se?

4 de novembro de 2018


| Imagem proveniente do Pinterest | 

Penso que nunca me havia questionado sobre isto. Nunca pensei no amor como algo que não fosse instantâneo, natural e directo. Sempre pensei no amor como algo que, sem nos apercebermos, nasce numa troca de olhares, em sorrisos partilhados, em mãos que se tocam ou num beijo momentâneo. Assumi que é um sentimento que não se explica. Sente-se. De repente. Sem colocar muitas questões no ar. Mas e se assim não for? E se o sentimento não surgir, poderá este ser construído? 

Gostava que alguém me pudesse responder a esta questão. Gostava que me dissessem que, independentemente de no passado tudo ter sido tão intenso, rápido e directo não faz disso um amor melhor. Que, no fundo, um sentimento tão forte e imponente como o amor pode ser construído ao longo do tempo, tal como uma família constrói a sua própria casa. Que os momentos passados a dois nutrem um sentimento e que é daí que o amor pode ser construído. Verdade, ou não, eis a dúvida. Afinal, o que é o amor e como é que ele nasce?

Enviar um comentário

© luciieblog. Design by FCD.